CAMINOS INVISIBLES...LA PARTIDA
 

Caminos Invisibles... La Partida


Imigração, moda e sustentabilidade são alguns dos ingredientes do espetáculo, dirigido e protagonizado pela multiartista Carina Casuscelli.
A problemática das grandes metrópoles, com enfoque nos imigrantes irregulares versus mão de obra escrava e consequentes condições subumanas, restam como saída de sobrevivência e artifício da indústria da moda.
O espetáculo narra a trajetória de imigrantes sul-americanos, com destaque para os povos andinos, que deixam seus países em busca de melhores condições de vida e chegam à grande metrópole paulistana. Este cenário se funde com as situações de ilegalidades na luta pela sobrevivência. O mercado da moda que mobiliza a problemática social, ironicamente, satiriza o mercado de massa, enquanto é abastecido pela mão de obra escrava do imigrante.
Para Lenerson Polonini, diretor artístico da Companhia Nova de Teatro, Caminos Invisibles se configura como um esforço de romper com os estereótipos sociais, revelando a riqueza e a beleza de uma cultura de 15.000 anos. Ao mesmo tempo, o espetáculo marca um novo momento no trabalho de pesquisa da Cia, investindo em uma dramaturgia própria, desconstruindo algumas marcas presentes em trabalhos anteriores, sem abrir mão do aspecto performático, uma das principais características da companhia.
Numa visão contemporânea e emergente sobre os processos migratórios, “Caminos Invisibles... La Partida” mescla música tradicional andina, canto, dança, textos em quéchua e aymará, teatro documental e vídeos. O encontro de raízes, ancestralidades e identidades se confrontam com o cotidiano da metrópole, em cenas, algumas vezes, áridas, surreais e até tragicômicas.
Fé, força, perseverança e toda a riqueza da cultura andina vem à tona, fundindo-se com o cenário urbano da grande São Paulo em forma de ritual xamânico.
A riqueza da indumentária típica está entre os outros destaques da peça e fazem parte do trabalho de pesquisa da diretora em seus mais de cinco anos de pesquisa sobre a cultura andina no Brasil.

Ficha técnica
“Caminos Invisibles...La Partida”
Direção e dramaturgia: Carina Casuscelli
Direção artística e iluminação: Lenerson Polonini
Atores performers: Carina Casuscelli, Cléo Moraes, Rosa Freitas, Ricardo Gelli, Juan Cusicanki, Camila dos Anjos, Mauro Grillo e Adriana Gaeta
Núcleo Andino: Inti Roman, Michelle Keli, Chayña Mendoza, Carmelita Quispe, Peco Sisa Asurduy e Lis Duran, Elio Flores, Alvaro Javier, Aldo Conejo, Javier Aymara, Apolinar Cesar Chui, Freddy Wara, Oscar Raymy.
Participação especial em vídeo: Suzana Sarmiento
Figurinos: Carina Casuscelli
Vídeos e documentação audiovisual: Cristian Cancino
Direção musical: Wilson Sukorski
Participação especial: Conjunto Autoctono “Jach'a Sicuris de Italaque” e Sueli Feliziani
Colaboração musical: Grupo “Akhulli Yungas”
Fotos: Acauã Fonseca e Henrique Oda
Comunicação de moda: Isabela Keiko Uagaia
Colaboração em Pesquisa Dramatúrgica: Eduardo Brito
Cenotécnico: Carlos Orelha
Concepção espacial e produção: Carina Casuscelli e Lenerson Polonini
Temporadas, performances e apresentações:
- Festival Ibero-americano de São Paulo- Março de 2011
- Performance/palestra 8º Festival América do Sul- Corumbá(MS) Maio de 2011
- Centro Cultural São Paulo (SP) Setembro/outubro de 2011
- FLAAC- Festival Latino-americano e Africano de Arte e Cultura (DF) Setembro de 2012
- Prêmio Internacional Teatro dell Inclusione Teresa Pomodoro, Milão( Itália). Novembro de 2012

- SESC Copacabana, Rio de Janeiro -  Temporada  Março de 2013.

- SESC Bom Retiro, São Paulo - Temporada Julho/Agosto de  2013.


 

© 2013 by  COMPANHIA NOVA DE TEATRO. 

10151747049847370.jpg